Fórmula Shampoo para cabelos normais

Como fazer Shampoo para cabelos normais.

Shampoo para cabelos normais possui uma quantidade de tensoativos (agentes de limpeza) intermediaria entre o shampoo para cabelos oleosos e cabelos secos. Para cabelos oleosos a quantidade é maior para que seja retirada a oleosidade excessiva dos cabelos. Para cabelos secos a quantidade é menor, visando não deixar os cabelos secos demais, dificultando o pentear e a maleabilidade dos fios de cabelos.

Sendo assim, esta fórmula de shampoo é para quem tem cabelos nem muito oleosos e nem muito secos. Para quem tem cabelos oleosos deve utilizar um shampoo para cabelos oleosos, e quem tem cabelos secos deve utilizar shampoo para cabelos secos, que contém menos agentes de limpeza e ativos que devolvem a hidratação e emoliencia necessários aos cabelos secos.

A fabricação de shampoos é um processo fácil de fazer, desde que o formulador utilize os componentes corretamente e tome providencias para que não haja contaminação por microrganismos. Embora todo shampoo contenha um ativo preservante, devemos tomar cuidado para que não haja contaminação bacteriológica. Isso é chamado nas industrias de “Boas Praticas de Fabricação (BPF)” e consiste em ações que evitem a contaminação, como o uso de luvas, toucas, jalecos, equipamentos e utensílios limpos e sanitizados, instalações adequadas,  etc.

Além da fórmula de shampoo para cabelos oleosos, você também pode verificar fórmula para cabelos oleosos e cabelos secos aqui neste site.

A verificação do pH de shampoos, assim como os demais produtos disponíveis aqui no site Fórmulas Grátis pode ser feito com as fitas de medir o pH, que são baratas para a aquisição. Também pode ser checado o pH com um aparelho chamado pHmetro, este aparelho é utilizado em industrias cosméticas e laboratórios e possui um valor relativamente alto.

A fabricação de cosméticos, como shampoos por exemplo, é uma atividade prazerosa. São produtos com aspecto bonito e de odor agradável, sua aparência e textura é agradável, o shampoo pode ser transparente ou perolado, shampoo perolado fica com brilho perola, característica produzida pelo agente perolizante (base perolada) adicionado ao shampoo.

O Diestearato de Polietilenoglicol 6000 que faz parte da fórmula para shampoo para cabelos possui baixa irritabilidade dérmica e possui ação de espessamento.

Esta fórmula de shampoo para cabelos normais é produzida com aquecimento.

Para que serve o Lauril éter sulfato de sódio? é um espumante para shampoos e sabonetes que promove detergência e ótima formação de espuma para a limpeza dos fios de cabelos. Também é utilizado em produtos de limpeza, em detergentes e sabões líquidos.

Para que serve a Amida 90? age como espessante e estabilizante da espuma, deixa a espuma do shampoo para cabelos mais rica, demorando mais tempo para se desfazer.

Para que serve o Poliquaternium 7? é um agente condicionador, antiestático e desembaraçante para os cabelos, ele condiciona os fios capilares, desembaraça e amacia os cabelos.

Fórmula para fazer o Shampoo para cabelos normais:

Lauril éter sulfato de sódio 3 kg
Diestearato de Polietilenoglicol 6000 50 g
Amida 90 100 g
Koralone LA (conservante) 10 g
Água deionizada 6760 g
Ácido cítrico qs
Essência para shampoo 30 g
Poliquaternium 7 50 g
Cloreto de sódio qs
Corante qs

Técnica de fabricação do Shampoo para cabelos normais:

Em um recipiente adicione o Lauril éter sulfato de sódio, Diestearato de Polietilenoglicol 6000, Amida 90 e aqueça até 70°C.

Em outro recipiente adicione a Água deionizada e aqueça até 80°C. depois adicionar a Água deionizada aquecida na mistura anterior, sob agitação.

Agitar bem até homogeneização.

Deixar o shampoo em repouso até esfriar.

Verificar o pH do shampoo com a fita de medir o pH, deve ficar entre 6 a 7.

Se for necessário, corrigir o pH com um pouco de Ácido cítrico diluído em Água deionizada, adicionando aos poucos e sob agitação até o pH do shampoo ficar na faixa indicada (entre 6,0 a 7,0).

Sob agitação adicionar o Koralone LA, Essência para shampoo, Corante diluído em Água deionizada e misturar para homogeneização do shampoo.

Diluir o Poliquaternium 7 em 100 gramas de Água deionizada e adicionar sob agitação no shampoo, misturar bem para homogeneização.

Diluir um pouco de Cloreto de sódio em Água deionizada e ir adicionando aos poucos para fazer o acerto da viscosidade do shampoo.

Misturar até homogeneização do shampoo para cabelos secos.

Deixar em repouso até que não haja bolhas de espuma formadas durante o processo de fabricação.

Depois embalar o Shampoo para cabelos normais nos frascos para shampoo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *