Todos os posts de Fórmula Grátis

Como fazer limpa pedras

Fórmula grátis para fazer limpa pedras.

Para que serve o limpa pedras? é um produto ácido desenvolvido para a limpeza de pedras ornamentais. Contém em sua composição 3 ácidos que agem conjuntamente na limpeza.

O Ácido sulfônico possui ação de detergência e formação de espuma, sendo um dos tensoativos mais utilizados mundialmente na fabricação de produtos para limpeza.

Por conter ácidos fortes é recomendado muito cuidado na preparação do limpa pedras e na utilização do produto.

Durante a fabricação do limpa pedras e na sua aplicação depois de pronto utilize equipamentos de proteção, como luvas, óculos, etc.

Sempre guarde em local seguro as matérias-primas utilizadas no limpa pedras e também o produto depois de pronto, evitando assim riscos de acidentes com crianças e animais domésticos.

Veja também: Fórmula grátis de limpa estofados de carros

Os produtos químicos utilizados na fórmula do limpa pedras podem ser adquiridos em revendedores de produtos químicos.

Fórmula para fazer o limpa pedras:

Ácido sulfônico 450 g
Ácido fluorídrico 750 g
Ácido muriático 300 g
Corante qs
Água potável até completar 10 litros

Modo de fabricar o limpa pedras:


Em um balde plástico adicione 5 litros de água.

Agitando com uma pá de plástico, adicione lentamente o ácido sulfônico, depois o ácido fluorídrico lentamente.
Adicionar em seguida o ácido muriático lentamente, sempre agitando com a pá de plástico.

Adicionar Corante até a cor desejada. O corante deve ser compatível com produtos ácidos para não perder a cor.
Adicionar água até obter 10 litros de limpa pedras.
Misturar bem para homogeneização.

Não esquecer de utilizar equipamentos de proteção para não sofrer queimaduras devido a ação dos ácidos presentes na fórmula do limpa pedras.

Como fazer álcool gel

Fórmula grátis para fazer álcool gel para mãos.

É um produto muito recomendado para a sanitização das mãos, principalmente para evitar a contaminação pela gripe suína. O álcool puro não tem a mesma eficácia se comparado ao álcool etílico a 70%.

O álcool gel e a água com sabão são as melhores alternativas para reduzir as chances de se contaminar com a gripe suína pelas mãos. O álcool gel pode ser muito útil, pois mata os vírus que porventura venham a ficar nas mãos ao tocar objetos, corrimões, barras para se segurar em ônibus ou no metro, maçanetas de portas, dinheiro, etc. No entanto, a maneira mais eficaz de se prevenir do H1N1 é a vacina.

Além do vírus da gripe suína (vírus H1N1), desinfeta as mãos de muitos outros microrganismos nocivos a saúde. Aplique o produto nas mãos e espalhe, depois friccione em toda a superfície das mãos, dedos e entre os dedos por uns 20 segundos e deixe secar naturalmente.

Para que serve o álcool gel? Na pele das mãos pode haver bactérias, fungos e vírus (o vírus da gripe H1N1, por exemplo). A higienização das mãos com o produto é uma das medidas mais simples que o individuo pode tomar para se proteger.

A sanitização das mãos com álcool gel 70% é importante devido a sua ação germicida. Ao entrar em contato com a pele das mãos o álcool gel elimina 99,9% dos vírus e bactérias.
A ação do álcool gel antisséptico acaba quando seca nas mãos, caso a pessoa se exponha a novos riscos de se contaminar, o álcool gel deve ser utilizado novamente.

Utilize o Álcool etílico 96° GL de uso farmacêutico, não utilize álcool combustível para fazer o álcool em gel.

Fórmula para fazer o álcool gel para mãos:

Álcool etílico 96° GL 7.573 gramas
Carbopol 940 50 g
Trietanolamina qs até pH 7,0 a 7,5
Água deionizada 2.285 gramas

Modo de fabricar o álcool gel para mãos:

Adicione o Álcool etílico 96° GL em um balde de plástico limpo, depois adicione a Água deionizada e misture com uma pá de plástico.

Dispersar aos poucos o Carbopol sob agitação rápida para evitar a formação de muitos grumos.

Manter a agitação até que não haja grumos do carbopol, se preferir você pode deixar em repouso até a umectação do carbopol e depois dar sequência na preparação do produto. Nesse caso tampe bem vedando com um saco plástico limpo para evitar a evaporação do álcool.

Quando não houver mais grumos, ir adicionando a Trietanolamina aos poucos e sob agitação para a formação do gel.

A Trietanolamina deve ser adicionada até o pH chegar na faixa de 7,0 a 7,5. Vai checando o pH a cada adição da Trietanolamina.

Depois misture bem para o álcool gel ficar bem homogêneo.

O álcool gel não precisa ficar muito espesso para não prejudicar que ele saia facilmente do frasco e seja fácil de aplicar nas mãos.

Se não encontrar a Trietanolamina, utilize o Agente Neutralizante disponível na Casa do saboeiro.

Como fazer aromatizante de tecidos

Fórmula de aromatizante para roupas.

Para que serve o aromatizante de tecidos? é um produto de limpeza utilizado para perfumar roupas, como toalhas, lençóis, etc. Deve ser aplicado com o auxilio de um frasco com tampa tipo vaporizador.

Não é um produto muito utilizado pelas donas de casa, mas talvez alguém te possa pedir o produto e com a fórmula grátis descrita abaixo você pode fazer o aromatizante para ser mais um item na sua lista de produtos.

Os produtos químicos são fáceis de encontrar em lojas virtuais e em revendedores de produtos químicos para produtos de limpeza. Contém um agente bactericida que age como conservante, além de dar ao aromatizante características desinfetantes, evitando a formação de mofo e bolores.

Você pode personalizar o aromatizante de tecidos com uma essência de seu gosto, como as essências florais ou essências de perfumes clássicos disponíveis no mercado. Por conter produtos químicos, não inalar o produto durante a sua aplicação.

Caso a pessoa utilize amaciante de roupas, pode-se utilizar a mesma essência do amaciante no aromatizante de tecidos, evitando assim a “mistura de cheiros” em uma mesma peça de roupa.

Fórmula para fazer o aromatizante de tecidos:

Renex 95 200 g
Essência 200 g
Propilenoglicol 100 g
Álcool etílico 96º 500 g
Quaternario de amônio ( 50%) 60 g
Corante qs
Água potavel até completar 10 litros

Modo de fabricar o aromatizante de roupas:

Em um balde plástico adicione 5 litros de água.
Em outro recipiente misture o Renex 95, a essência, o quaternário de amônio e o álcool etílico.
Adicione a mistura acima no balde com a água, sob agitação com uma pá de plástico.
Adicione o corante previamente diluído em água, aos poucos e sob agitação.

Não adicione muito corante, apenas o necessário para dar uma cor bem fraca.
Complete o volume com água até obter 10 litros de aromatizante e misture até completa homogeneização.
Depois embale o aromatizante de roupas nos frascos, lembrando que o produto deve ser aplicado com o auxilio de um frasco com tampa borrifador.

Como Fazer Desinfetante de Pinho

Fórmula grátis para fazer desinfetante de pinho.

Embora muita gente opte por desinfetantes florais, o desinfetante de pinho ainda é muito utilizado pelas donas de casa. A fórmula de desinfetante descrita abaixo é simples de fazer e pode render dinheiro, sendo uma opção de renda.

Como todo desinfetante, ele limpa e desinfeta as superfícies, além de perfumar com o cheiro agradável de pinho. Os produtos químicos utilizados na fórmula do desinfetante são fáceis de encontrar em revendedores de produtos químicos para produtos de limpeza.

Também é possível comprar as matérias-primas em lojas virtuais de produtos químicos, como todo produto de limpeza, as matérias-primas saem mais em conta se compradas no atacado, assim o seu desinfetante de pinho sai mais em conta e com preço melhor para a venda aos seus clientes.

Um desinfetante sem efeito bactericida não é desinfetante, apenas perfuma e limpa os ambientes. Na fórmula grátis abaixo contém um agente bactericida, que é o Quaternário de amônio. Os Quaternários de amônio são muitos utilizados em fórmulas de desinfetantes domésticos.

A fabricação de desinfetantes faz parte do segmento de produtos de limpeza, um mercado que cresce no Brasil e pode gerar bons rendimentos. Você pode fabricar o desinfetante de pinho para uso próprio ou para revender. Para a venda direta no mercado o fabricante de produtos de limpeza precisa de empresa estabelecida segundo as exigências da Anvisa.

Portanto, antes de abrir o seu negocio, visite a Vigilância sanitária do seu município para se atualizar sobre as instalações e exigências para quem deseja fabricar desinfetantes e demais produtos de limpeza.

Para que serve o desinfetante? é um domissanitário utilizado na limpeza e desinfecção de pias, ralos, vasos sanitários, pisos e azulejos,,banheiros, etc.

Gostou desse site? Divulgue para amigos e nas redes sociais.

Veja também: Como fazer limpa estofados de carros

Fórmula para 100 litros de desinfetante de pinho:

Óleo de pinho 3 kg
Quaternário de amônio (50%) 1 kg
Amida 60 800 g
Cloreto de cetil trimetil amôneo (50%) 500 g
Corante qs
Água potável até completar 100 litros

Modo de fabricar o desinfetante de pinho:

Adicione 50 litros de água em um recipiente, que pode ser uma bombona plástica de boca larga.
Em um recipiente adicione o óleo de pinho, o quaternário de amônio, a Amida 60 e o cloreto de cetil trimetil
amônio e misture bem com uma pá de plástico ou de aço inoxidável.

Adicione esta mistura na água sob agitação, para agitar utilize uma pá grande de plástico ou de aço inox.
Adicione o corante diluído em água, aos poucos até a cor desejada.
Pare a agitação e complete o volume com água até obter 100 litros de desinfetante de pinho.
Misturar com a pá para homogeneização do desinfetante.

Depois embalar nos frascos plásticos para desinfetante ou em galões de 2 ou 5 litros.

Manter os produtos químicos fora do alcance de crianças.

Fórmula Shampoo para cabelos normais

Como fazer Shampoo para cabelos normais.

Shampoo para cabelos normais possui uma quantidade de tensoativos (agentes de limpeza) intermediaria entre o shampoo para cabelos oleosos e cabelos secos. Para cabelos oleosos a quantidade é maior para que seja retirada a oleosidade excessiva dos cabelos. Para cabelos secos a quantidade é menor, visando não deixar os cabelos secos demais, dificultando o pentear e a maleabilidade dos fios de cabelos.

Sendo assim, esta fórmula de shampoo é para quem tem cabelos nem muito oleosos e nem muito secos. Para quem tem cabelos oleosos deve utilizar um shampoo para cabelos oleosos, e quem tem cabelos secos deve utilizar shampoo para cabelos secos, que contém menos agentes de limpeza e ativos que devolvem a hidratação e emoliencia necessários aos cabelos secos.

A fabricação de shampoos é um processo fácil de fazer, desde que o formulador utilize os componentes corretamente e tome providencias para que não haja contaminação por microrganismos. Embora todo shampoo contenha um ativo preservante, devemos tomar cuidado para que não haja contaminação bacteriológica. Isso é chamado nas industrias de “Boas Praticas de Fabricação (BPF)” e consiste em ações que evitem a contaminação, como o uso de luvas, toucas, jalecos, equipamentos e utensílios limpos e sanitizados, instalações adequadas,  etc.

Além da fórmula de shampoo para cabelos oleosos, você também pode verificar fórmula para cabelos oleosos e cabelos secos aqui neste site.

A verificação do pH de shampoos, assim como os demais produtos disponíveis aqui no site Fórmulas Grátis pode ser feito com as fitas de medir o pH, que são baratas para a aquisição. Também pode ser checado o pH com um aparelho chamado pHmetro, este aparelho é utilizado em industrias cosméticas e laboratórios e possui um valor relativamente alto.

A fabricação de cosméticos, como shampoos por exemplo, é uma atividade prazerosa. São produtos com aspecto bonito e de odor agradável, sua aparência e textura é agradável, o shampoo pode ser transparente ou perolado, shampoo perolado fica com brilho perola, característica produzida pelo agente perolizante (base perolada) adicionado ao shampoo.

O Diestearato de Polietilenoglicol 6000 que faz parte da fórmula para shampoo para cabelos possui baixa irritabilidade dérmica e possui ação de espessamento.

Esta fórmula de shampoo para cabelos normais é produzida com aquecimento.

Para que serve o Lauril éter sulfato de sódio? é um espumante para shampoos e sabonetes que promove detergência e ótima formação de espuma para a limpeza dos fios de cabelos. Também é utilizado em produtos de limpeza, em detergentes e sabões líquidos.

Para que serve a Amida 90? age como espessante e estabilizante da espuma, deixa a espuma do shampoo para cabelos mais rica, demorando mais tempo para se desfazer.

Para que serve o Poliquaternium 7? é um agente condicionador, antiestático e desembaraçante para os cabelos, ele condiciona os fios capilares, desembaraça e amacia os cabelos.

Fórmula para fazer o Shampoo para cabelos normais:

Lauril éter sulfato de sódio 3 kg
Diestearato de Polietilenoglicol 6000 50 g
Amida 90 100 g
Koralone LA (conservante) 10 g
Água deionizada 6760 g
Ácido cítrico qs
Essência para shampoo 30 g
Poliquaternium 7 50 g
Cloreto de sódio qs
Corante qs

Técnica de fabricação do Shampoo para cabelos normais:

Em um recipiente adicione o Lauril éter sulfato de sódio, Diestearato de Polietilenoglicol 6000, Amida 90 e aqueça até 70°C.

Em outro recipiente adicione a Água deionizada e aqueça até 80°C. depois adicionar a Água deionizada aquecida na mistura anterior, sob agitação.

Agitar bem até homogeneização.

Deixar o shampoo em repouso até esfriar.

Verificar o pH do shampoo com a fita de medir o pH, deve ficar entre 6 a 7.

Se for necessário, corrigir o pH com um pouco de Ácido cítrico diluído em Água deionizada, adicionando aos poucos e sob agitação até o pH do shampoo ficar na faixa indicada (entre 6,0 a 7,0).

Sob agitação adicionar o Koralone LA, Essência para shampoo, Corante diluído em Água deionizada e misturar para homogeneização do shampoo.

Diluir o Poliquaternium 7 em 100 gramas de Água deionizada e adicionar sob agitação no shampoo, misturar bem para homogeneização.

Diluir um pouco de Cloreto de sódio em Água deionizada e ir adicionando aos poucos para fazer o acerto da viscosidade do shampoo.

Misturar até homogeneização do shampoo para cabelos secos.

Deixar em repouso até que não haja bolhas de espuma formadas durante o processo de fabricação.

Depois embalar o Shampoo para cabelos normais nos frascos para shampoo.

Como fazer limpa estofados de carros

Fórmula grátis para fazer limpa estofados.

Produto pronto para uso na limpeza do estofamento do interior de carros. Aplicar o limpa estofados de carros com um borrifador Spray sobre a superfície suja. Depois limpar com um pano.

Como fazer limpa estofados de automóveis. Contém em sua fórmula um tensoativo aniônico de boa formação de espuma muito utilizado em produtos de limpeza.

Possui um solvente que age em conjunto com os tensoativos da fórmula, proporcionando maior ação de limpeza ao limpa estofados de automóveis.

Produto de uso automotivo na limpeza dos estofados, em carros, caminhonetes, utilitários, caminhões, ônibus, etc.

Fórmula para fazer o limpa estofados de carros:

Água potável 9764 g
Lauril sulfato de sódio 150 g
Amina Oxida Láurica 16 g
Dowanol DPM 50 g
Mistura de isotiazolinonas 20 g
Corante qs

Técnica de fabricação do limpa estofados de carros:

Adicionar a Água potável em um balde de plástico.

Agitando com uma pá de plástico grande adicionar o Lauril sulfato de sódio, Amina Oxida Láurica, Dowanol DPM e a Mistura de isotiazolinonas (que é o conservante), misturar até homogeneização do limpa estofados de carros.

Adicionar gotas de Corante previamente diluído em Água potável até dar a cor desejada.

Misturar bem e depois embalar o limpa estofados de automóveis em frascos plásticos.

Como fazer desinfetante opaco

Fórmula grátis para fabricar desinfetante opaco.

O desinfetante opaco tem o aspecto de “branco leitoso”, esta cor é obtida devido a um agente opacificante, que na fórmula de desinfetante descrita nessa publicação é o Brancol. Caso você queira que ele fique transparente é só não adicionar o Brancol na fórmula de desinfetante descrita logo abaixo.

Grande é a procura por produtos desinfetantes, que possuem as características de limpar, perfumar e desinfetar os ambientes. O desinfetante domestico é um produto de limpeza que praticamente todas as donas de casa utilizam na limpeza domestica, por esse motivo o desinfetante deve fazer parte da sua lista de produtos de limpeza, caso deseje fabricar produtos de limpeza para vender.

A fabricação de produtos de limpeza rendem bons ganhos na venda, não são difíceis de fazer e tem muita procura. O bom de se ter uma fórmula exemplo para você fazer o seu próprio desinfetante é que você pode personalizar o seu produto, você pode fabricar o produto na cor transparente ou opaca e com a fragrância de sua preferencia.

Hoje dispomos de vários tipos de fragrâncias, cítricas, florais e aquelas que se inspiram em grandes criações da indústria local e até de perfumes clássicos (Armani, Azzaro, Anais Anais, Chanel) mundiais. Há uma grande quantidade de fragrâncias para a sua escolha, podendo agradar as perspectivas dos seus clientes.

desinfetante-domestico

Para que serve o desinfetante? Vale lembrar que o desinfetante deve conter um agente que elimine os germes das superfícies onde ele é aplicado, sem esse componente o desinfetante não desenvolve o seu principal motivo pelo qual foi fabricado, que é o de desinfetar, eliminando os germes dos ambientes.

Na fórmula abaixo temos em sua composição o quaternário de amônio, um tensoativo de características catiônicas que é muito utilizado na fabricação de desinfetantes. Sem o quaternário de amônio o desinfetante apenas limpa e perfuma o ambiente.

A fórmula grátis de desinfetante abaixo serve tanto para quem quer fazer o produto para uso próprio como para quem quer revender e ganhar dinheiro com desinfetantes e demais produtos de limpeza.

Os componentes da fórmula são fáceis de encontrar em revendedores de produtos químicos ou em lojas virtuais de essências e produtos químicos. Utilizar essência para desinfetante (não utilize óleo de eucalipto ou de pinho nesta formula de desinfetante).

Fórmula para 100 litros de desinfetante opaco:

Essência para desinfetante 1 litro
Renex 95 500 g
Brancol 200 g
Quaternário de Amônio (Cloreto de benzalcônio a 50%) 1 kg
Água potável qsp para 100 litros

Modo de fabricar o desinfetante opaco:


Numa bombona plástica adicione 50 litros de água.
Em um recipiente a parte misture bem a Essência, Renex 95 e o Quaternário de Amônio . Depois adicione essa mistura na água mexendo com uma pá grande de plástico.
Adicione o Opacificante (Brancol).

Pare a agitação e complete o volume com água até obter 100 litros de desinfetante.
Mexer bem para a homogeneização do desinfetante.

Depois embalar o desinfetante nos frascos plásticos.

Caso você queira que o desinfetante fique opaco mas com uma cor diferente do “branco leitoso” é só adicionar um pouco de corante na cor desejada.

Como fazer desinfetante transparente

Fórmula grátis para fazer desinfetante transparente

Para que serve o desinfetante? É um dos produtos mais utilizados na limpeza e desinfecção de pisos, azulejos, vasos sanitários, banheiros, etc. Além de perfumar ele desinfeta matando os germes presentes nas superfícies onde é aplicado.

Para que o desinfetante tenha poder germicida e desinfete o local é imprescindível que ele contenha um ativo bactericida, caso contrario o desinfetante vai apenas limpar e perfumar, mas os germes continuam no ambiente. Na fórmula de desinfetante abaixo, o ativo bactericida é o Quaternário de Amônio.

O desinfetante descrito abaixo possui características catiônicas, não deve ser misturado com produtos aniônicos para que não se perca a ação desinfetante, o Quaternário de Amônio é um dos agentes bactericidas mais utilizados em desinfetantes domésticos.

O desinfetante da fórmula abaixo fica transparente, mas você pode adicionar um opacificante, caso queira que ele fique com a cor “branco leitoso”, nesse caso é só adicionar 200 gramas de Brancol antes de completar o volume do produto.

desinfetante

Na preparação do desinfetante, a fórmula grátis abaixo serve para varias fragrâncias, como talco, floral, jasmim, lavanda, eucalipto, etc. Somente não utilize óleos no lugar de essências, pois para desinfetantes feitos com óleos as quantidades dos solubilizantes devem ser corrigidas, caso contrario o desinfetante fica opaco e pode haver separação de fases.

A essência deve ser bem misturada com o Renex 95 e o Quaternário de Amônio antes de ser adicionada na água para que não haja separação do desinfetante e perca de sua transparência.

Os produtos químicos são fáceis de encontrar, possibilitando as pessoas a produzirem o seu próprio desinfetante para uso próprio ou para vender e gerar renda com produtos de limpeza.

Procure utilizar essências “encorpadas”, essências com odor fraco podem deixar o desinfetante com pouco cheiro depois da aplicação.

Fórmula para 100 litros de desinfetante transparente:

Essência para desinfetante 1 litro
Renex 95 500 g
Quaternário de Amônio (Cloreto de benzalcônio) 1 kg
Corante qs
Água potável qsp para 100 litros

Modo de fabricar o desinfetante transparente:


Em uma bombona plástica de boca larga e removível com capacidade para 100 litros adicione 80 litros de água.
Em um recipiente a parte misture a Essência, o Renex 95 e o Cloreto de benzalcônio, misturar bem e depois adicionar essa mistura na água, mexendo com uma pá grande de plástico ou de aço inoxidável.

Adicione o Brancol (caso queira que fique branco leitoso).
Adicione o corante diluído em água, mexer para homogeneizar o desinfetante.
Depois complete o volume com água até obter 100 litros de desinfetante.
Mexer bem com a pá e depois embalar o desinfetante nos frascos plásticos.