50 Fórmulas Exclusivas Visite para maiores detalhes. Clique na imagem ao lado.

10 dicas para quem deseja fazer produtos de limpeza artesanais

Fabricação de Produtos de Limpeza – 10 dicas para o sucesso da sua produção artesanal
Para quem deseja produzir produtos domissanitários, o curso ministrado pela CPT pode ser uma grande fonte de conhecimento. No curso você vai aprender sobre os produtos, as matérias-primas envolvidas na produção e muitas outras dicas uteis.

As donas de casa utilizam produtos de limpeza, seja para limpar, perfumar ou desinfetar ambientes, lavar roupas, lavar louças, etc. Com isso muitos produtos de limpeza se tornaram indispensáveis na limpeza domestica, como amaciantes de roupas, detergentes líquidos, sabões líquidos e em pó, alvejantes, desinfetantes, limpadores multiuso, sapólios, limpa vidros, ceras liquidas, etc.
A produção artesanal de produtos de limpeza é, sem a menor sombra de dúvida, uma extraordinária alternativa de renda para aqueles que pretendem abrir um novo negócio ou simplesmente querem ocupar o tempo de maneira útil e agradável.

Nos dias atuais, não há quem sobreviva sem os produtos de limpeza e com alguns pequenos cuidados, podemos fabricar nós mesmos o próprio detergente ou desinfetante, bem como um bom amaciante. Esses produtos artesanais de limpeza poderão ser destinados tanto para o consumo próprio quanto para a comercialização.

“Há uma variedade grande de produtos que podemos fabricar em casa, e no caso de pequenas produções não necessitaremos de equipamentos ou instalações sofisticadas”, afirma Eliana Aparecida Rodella, do Curso Fabricação de Produtos de Limpeza – Processo Artesanal, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Um produto que tenha qualidade comprovada vai atrair clientes exigentes. Conhecendo as técnicas de fabricação e de manipulação das matérias-primas você poderá fabricar produtos que ganham em qualidade, em relação aos já existentes no mercado. Confira as dicas abaixo:

1. Qualidade: para aqueles que pretendem comercializar e ter sucesso com a fabricação de produtos de limpeza artesanais, é muito importante o cuidado com a qualidade. Nunca abra mão dela. Lembre-se que os consumidores estão cada vez mais exigentes e cientes de seus direitos. Para atraí-los e conquistá-los, seu produto deverá superar os já existentes no mercado.

2. Preço de venda: o preço de venda de cada produto pode ser o seu custo multiplicado por três. Com alguns pequenos cuidados, podemos fabricar nós mesmos o próprio detergente, desinfetante ou amaciante de roupas

3. Matéria-prima: se fizer uma quantidade maior de produto, você pode comprar as matérias-primas muito mais barato, e, assim, aumentar os seus lucros. Quanto maior a quantidade de matérias-prima adquirida, mais barato fica o seu produto de limpeza devido à economia de escala.

4. Pontos de venda: os pontos de venda para esses produtos podem ser simples, mas devem ser muito bem organizados para atrair a atenção.

5. Padronização: você deve colocar os produtos em galões de um determinado volume. O ideal é que sejam padronizados para uma boa apresentação. Cada galão com as devidas etiquetas, para a rápida identificação. Você pode comercializar o galão ou a granel se o cliente trouxer a embalagem. Basta vender por um preço mais baixo o que vai estimular essa ação.

6. Marketing: ao lançar a sua linha de produtos no mercado, considere o marketing um fator importante para o sucesso do seu negócio. Com tantos desafios como abertura de mercado, condições econômicas, concorrência, a utilização do marketing o ajudará a transformar desafios em oportunidades. Aprofunde no assunto marketing. O marketing o apoiará no desenvolvimento do seu negócio. Faça, faça bem feito. Faça para o seu cliente. Ele é muito importante para você.

7. Mercado: busque conhecer primeiro o mercado. Pesquise a fundo. Conhecendo-o você definirá o seu alvo com facilidade, o que lhe permitirá explorar mercados com grande potencial. Descobriu um mercado favorável para atuar, ótimo. Após essa etapa, o importante é pesquisar para conhecer as necessidades de seus clientes. Procure descobrir algo novo que eles queiram. Forme um nicho de mercado para atuar.

8. Cliente: uma etapa importante a ser citada é a conscientização de todos sobre o valor do cliente. Todos em conjunto devem desenvolver as suas ações de forma integrada em prol de um único objetivo: o cliente.

9. Lucro: lembre-se que a lucratividade não pode ser considerada como primeiro objetivo. Mas sim como consequência por atender bem os seus clientes.

10. Marca: crie uma marca forte. Agregue valores a esta marca. Faça o cliente conhecê-la, respeitá-la, consumi-la até mesmo admirá-la. Crie novas embalagens chamativas, seguras, originais e práticas. Considere a embalagem junto ao rótulo a roupagem de seu produto. Por isso, valorize também o seu rótulo. Dê a ele a mesma importância merecida.

Por Silvana Teixeira

Para maiores detalhes sobre o curso, visite a página abaixo:

CPT – Centro de Produções Técnicas

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *